É BAFÃO: Nova secretária, insatisfação na base e números que não fecham

Confira a coluna de Inalda do Carmo

Alexandra Vitorassi, a nova secretária

ASSUMINDO – Mudanças na Secretaria de Educação de Camboriú. Roseli Poltronieri sai e Alexandra Vitorassi assume. Alexandra, que é membro do PMDB de Camboriú, tem duas faculdades e três pós-graduação na área.

NÃO GOSTARAM – Vereadores da base de governo estariam chateados porque nenhum deles teriam sido consultados na troca. O cargo seria indicação do vereador Pitéco o que teria gerado um ciuminho. O vereador Josué Pereira(PMDB), já teria disparado: “fazem trocas e não conversam. Que grupo é este?? Em breve irão sofrer consequências”.

Pedindo um caldo de cana e esperando os próximos capítulos.

ASSUMINDO QUEM SABE – Outra mudança esperada no governo Élcio de Camboriú é na Secretaria de Obras. Tudo indica que Má da Madeireira deixe o cargo nos próximos dias. Fala-se no nome de Eucana Medeiros, o Caninha. Se acontecer está mudança, Caninha deixa a suplência de vereador e o Má, suplente também, assume a câmara.

EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ – Na Maravilha também se cogita uma troca na Secretaria de Educação. Por lá Denise Leite deverá deixar o cargo para entrada de Zélia Zanella.

OPOSIÇÃO – A vereadora Jane Stefenn (Rede), que fez parte da coligação do prefeito Élcio e que teoricamente faz parte do governo, já demonstra insatisfação com o governo em seus discursos na câmara. Em um discurso recente fez críticas e já deu sinal que será oposição ao governo do médico.

Fofoqueiros dizem até que por conta de seu discurso o prefeito teria convocado uma reunião com cargos do Rede na prefeitura para tomar algumas decisões. A vereadora Jane por sua vez defende que não irá se prender por cargos ou erros dá administração.

FALANDO NISSO – Jane já é o único nome certo para disputar uma cadeira no legislativo por Camboriú. Victor Picolli (Dem), o vice prefeito Ramon Jacob (PP), o próprio prefeito Élcio (PMDB), o vereador Josué Pereira (PMDB) e o vereador Márcio Pereira (PV), seriam especulações.

EM BRASÍLIA – O prefeito de BC City Fabrício de Oliveira  esta em Brasília onde foi tentar, entre outras coisas, dinheiro para uma escola de turno integral. Informações dizem que o recurso já estaria previsto para liberação nesta visita.

REVOLTADOS – Taxistas de Camboriú procuraram a vereadora Inaldaaaaaa do Carmo e lotaram o plenário da Câmara na última sessão ordinária para pedir apoio dos vereadores para intermediar junto ao executivo maior fiscalização para a classe.

Os profissionais reclamam que são perseguidos e tratados como marginais por taxistas de Balneário Camboriú e na sua cidade a prefeitura, que é quem deveria fiscalizar, ninguém faz nada.

A vereadora Inalda, em seu discurso, pediu mais ação do executivo. Uma reunião já teria sido agendada entre a classe e o executivo para tratar deste assunto.

VAMOS AOS CÁLCULOS – Camboriú divulgou gastos e arrecadação durante o Congresso dos Gideões.

Dados prévios indicam uma arrecadação de R$ 481mil, mas ainda não foram registrados nesta soma alguns pagamentos feitos no fim de semana, mas não são muitos.

O relatório prévio indica a emissão de 226 alvarás para ambulantes, 298 para pontos comerciais, 15 para estacionamentos e 18 para transporte. Praticamente 50% a mais do que o ano passado. Pois bem tem algo errado ai.

No ano de 2015, com 50% a menos de alvarás foram arrecadados 441mil. A conta não fecha.

Sem contar que na defesa para liberação de 320 mil para a  infraestrutura a administração dizia aos vereadores que arrecadado 800 mil. E esperem ainda que na ponta do lápis esses 480 mil não irão pagar as despesas. Todo transtorno, desorganização, sujeira, e ainda prejuízo?? 

3 COMENTÁRIOS

  1. Está que escreve a coluna é jornalista? Tá louco, parece mais aquelas fofoqueiras de plantão. Correto seria ela cuidar e exercer seu mandado e não ficar fazendo picuinhas.

    • Claro que é jornalista ! Ou você por acaso não conhece Inalda do Carmo, com longos anos de Rádio Menina ? Tá bem desatualizada…

      • A senhora diz ser atualizada saber desta “imundícia”. Pelo amor. Fica fazendo intriguinha, fofoquinha, suposição de sair ou não um secretário. Isto é jornalismo. ???

DEIXE UMA RESPOSTA