Quatro meses e meio depois do trágico acidente de 29 de novembro, a Chapecoense coloca em sua sala de troféus um marco da volta por cima. O Verdão é campeão da Taça Sandro Pallaoro, seu ex-presidente vitimado em Medellín, e decidirá o título catarinense em duas partidas contra o Avaí.

O título veio com a convincente vitória, a oitava consecutiva, por 2 a 0 sobre o Joinville, neste sábado (15), na Arena Conda, oitava rodada do returno do Campeonato Catarinense. Reinaldo e Túlio de Melo foram os responsáveis pelo grito de “campeão”.

Com a sétima vitória consecutiva na competição, a Chapecoense chegou aos 22 pontos e garantiu com uma rodada de antecipação o título da Taça Sandro Pallaoro.

De quebra, foi beneficiado pelo tropeço do Avaí para o Almirante Barroso e confirmou também a melhor campanha, que dá vantagem de decidir o Catarinense em casa, contra o próprio Leão da Ilha.

Domingo, dia 23, o duelo com o Criciúma, fora de casa, será para cumprir tabela. Antes, a Chape recebe o Nacional, do Uruguai, terça-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena Condá, pela terceira rodada do Grupo 7 da Libertadores. Já o Joinville, defenderá a segunda colocação contra o Brusque, no mesmo dia, em casa, e se despede do Estadual.

VIRADA DO BRUSQUE – O Internacional entrou em campo contra o Brusque para tentar espantar de vez a chance de rebaixamento. O time de Lages até saiu na frente no placar, com gol de Max, no primeiro tempo, mas não segurou a força da equipe da casa na segunda etapa.

Com gols de Eliomar e Jonatas Belusso, o Brusque virou o jogo e se despediu de sua torcida com uma boa vitória. O resultado deixa o Inter ainda com risco de descenso no estadual. Enquanto isso, o Brusque luta por uma vaga na Copa do Brasil.

Com a derrota, o Inter de Lages segue na lanterna do returno do estadual e a um ponto da zona de rebaixamento na classificação geral. O Leão Baio precisa de uma vitória no último jogo para garantir a permanência na primeira divisão estadual.

O Brusque voltou a vencer depois de quatro derrotas seguidas e chegou a dez pontos no returno. O time do Vale está com 26 na tabela geral, dois a menos que o Criciúma, e tenta uma vaga na Copa do Brasil na próxima rodada.

VITÓRIA NA CAPITAL – O Almirante Barroso venceu, se manteve vivo na luta contra degola e ainda acabou com as pretensões do Avaí de decidir em casa a final do Catarinense.

Em partida pela oitava rodada do returno, na tarde deste sábado, na Ressacada, o time de Itajaí foi melhor no jogo e também levou a melhor no placar com belo gol de falta de Schwenck, que mantém as esperanças e a disputa contra o rebaixamento para a última rodada.

Com o resultado, o Almirante Barroso chega a 15 pontos na classificação geral, subindo para penúltimo lugar à frente do Metropolitano no saldo de gols. O Leão segue com 34 e agora fica a cinco da Chapecoense, que se garantiu o título do returno e a primeira colocação na soma dos turnos.

EMPATE NO SUL – Tubarão e Figuerense fizeram uma partida sofrível no estádio Domingos Gonzales, na tarde deste sábado. Na luta contra o rebaixamento, o empate sem gols, porém, foi útil para as duas equipes que, enfim, garantiram a manutenção na primeira divisão do Catarinense, graças ao empata do Metropolitano contra o Criciúma e também à derrota do Inter de Lages para o Brusque.

Os dois times estão garantidos na primeira divisão do Catarinense. O empate sem gols faz com que, na classificação geral, as equipes chegassem aos 19 pontos.

Desta maneira, eles não podem mais ser alcançados pelos rivais que estão abaixo na tabela e afastam qualquer chance de rebaixamento. Metropolitano, com 15, Almirante Barroso, com 15 e Inter de Lages, com 16, seguem na luta para evitar a queda – resta uma última rodada de estadual, no returno.

EMPATE NO VALE – A emoção ficou para a última rodada do returno do Campeonato Catarinense. Ao menos para os times da parte de baixo da tabela. Se a Chapecoense garantiu o título, o rebaixamento está em aberto.

Neste sábado, em Blumenau, o Metropolitano empatou com o Criciúma por 2 a 2 e manteve as chances de escapar do rebaixamento – contou com a ajuda do Inter de Lages, que perdeu para o Brusque. Trípodi e Paulo Victor anotaram para os mandantes, enquanto Ricardinho e Caio Rangel fizeram os gols do Carvoeiro.

A uma rodada do fim do estadual, o Metropolitano ocupa a lanterna na classificação geral, com 15 pontos. Para permanecer na elite, o Verdão terá que vencer o Figueirense e torcer por empates ou derrotas de Inter de Lages e Barroso contra Avaí e Tubarão, respectivamente.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA