A informação chega primeiro aqui!

Terça-feira, 23 de Abril de 2024

Notícias Polícia

Deputado que chefiou a Abin no governo Bolsonaro é alvo de operação da Policia Federal

Os investigados invadiam clandestinamente a rede de infraestrutura crítica de telefonia do país e usavam técnicas próprias de investigação policial sem autorização judicial

Deputado que chefiou a Abin no governo Bolsonaro é alvo de operação da Policia Federal
Jair Bolsonaro e o atual deputado Alexandre Ramagem/Arquivo/Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (25) a Operação Vigilância Aproximada para investigar organização criminosa que se instalou na Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Os investigados, segundo a corporação, monitoravam ilegalmente autoridades públicas e outras pessoas, utilizando-se de ferramentas de geolocalização de dispositivos móveis sem autorização judicial. 

Em nota, a PF informou que cumpre 21 mandados de busca e apreensão, além de medidas cautelares que incluem a suspensão imediata do exercício das funções públicas de sete policiais federais. Ao todo, 18 diligências de busca e apreensão estão sendo cumpridas em Brasília, uma em Juiz de Fora (MG), uma em São João Del Rei (MG) e uma no Rio de Janeiro. 

A operação é uma continuação das investigações da Operação Última Milha, deflagrada em outubro do ano passado. As provas obtidas pela corporação à época indicam que o grupo criou uma estrutura paralela na Abin e utilizou ferramentas do Estado para produzir informações para uso político e midiático, “para a obtenção de proveitos pessoais e até mesmo para interferir em investigações da Polícia Federal”. 

Ainda de acordo com a PF, os investigados podem responder pelos crimes de invasão de dispositivo informático alheio, organização criminosa e interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei. 

ALVO PRINCIPAL -

O deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ) é o principal alvo da Operação Vigilância Aproximada que está sendo realizada pela Polícia Federal. O deputado, que é delegado da Polícia Federal, chefiou a Abin no período dos grampos ilegais para monitorar ilegalmente autoridades públicas e outras pessoas durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Nessa vigilância foram usadas ferramentas de geolocalização de dispositivos móveis sem a devida autorização judicial.

 

FONTE/CRÉDITOS: Redação NotíciaJá com informações da Agência Brasil
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!