A informação chega primeiro aqui!

Sabado, 28 de Janeiro de 2023

Notícias Cidade

Fortes chuvas provocam destelhamento, queda de muro e alagamentos

Em Chapecó uma mulher perdeu a vida e 10 pessoas ficaram feridas

Fortes chuvas provocam destelhamento, queda de muro e alagamentos
Divulgação/PMG
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O município de gaspar foi atingido por fortes chuvas e ventos nesta segunda-feira (23). Trinta ocorrências foram atendidas pela Defesa Civil local devido ao temporal.
    
Os ventos registraram velocidadee de mais de 40km/h e a chuva de mais de 20mm em 30 minutos. Segundo a Defesa Civil, o maior número de ocorrências registradas foi de destelhamento.

Os bairros mais atingidos foram Margem Esquerda, Santa Terezinha, Gaspar Mirim e Sete de Setembro. A prefeitura registrou 23 destelhamentos, dois alagamentos pontuais, duas quedas de árvore, duas quedas de muro e uma queda de placa em via pública.


Foram distribuídos 27 kits de lona para auxiliar na cobertura de estruturas que foram destelhadas.
A Defesa Civil pede que famílias que sejam atingidas acionem o 199 ou entrem em contato pelo WhatsApp (47) 99236-2147 para registrar a ocorrência. 

A população pode acompanhar os alertas e informações através do site Defesa Civil de Gaspar ou do app Alerta Gaspar, disponível para sistemas Android e iOS.

TEMPORAL E MORTE - Temporais isolados causaram estragos e deixaram vítimas nesta segunda-feira no estado de Santa Catarina. O episódio mais grave se deu no município de Chapecó, onde uma mulher perdeu a vida e outra dez pessoas ficaram feridas no desabamento da parede de um edifício durante um temporal que atingiu a cidade. 

A queda da estrutura se deu sobre uma casa onde funcionava um espaço religioso. O desabamento ocorreu no momento em que forte chuva atingia com vento a cidade do Oeste de Santa Catarina, destruindo o local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a estrutura de um prédio em construção caiu sobre a casa vizinha na esquina das ruas Porto Alegre e Aquiles Tomazeli, no Centro de Chapecó. Os bombeiros destacaram ainda parte da parede do prédio em obras teria caído do 20° andar devido ao forte total que atingiu Chapecó por volta das 18h. 

A estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia em Chapecó registrou rajada de vento de 71 km/h, mas na altura do 20º andar de um prédio o vento é mais forte que medido em estações instaladas na superfície.

ACESSE AQUI E SAIBA MAIS DETALHES SOBRE A TRAGÉDIA EM CHAPECÓ.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A PREVISÃO DO TEMPO PARA O ESTADO.

FONTE/CRÉDITOS: Redação NotíciaJá/Metsul Meteorologia
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!