A informação chega primeiro aqui!

Segunda-feira, 15 de Abril de 2024

Notícias Economia

Itajaí é a 4ª cidade do país com a maior valorização imobiliária

Município registrou quase 13% de aumento no preço de venda de imóveis residenciais no Índice FipeZap

Itajaí é a 4ª cidade do país com a maior valorização imobiliária
Divulgação/PMI
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Itajaí registrou a quarta posição no Brasil em valorização no preço de venda dos imóveis residenciais. Conforme o Índice FipeZAP, Itajaí contabilizou uma variação positiva de 12,71% em 2023 entre as 50 cidades que integram a análise. O Município também manteve a quarta colocação nacional no acumulado dos últimos doze meses, com uma variação de 16,30%.

Em média, a valorização imobiliária dos municípios monitorados pelo FipeZap teve alta de 5,24% nos últimos doze meses, superando a inflação (-4,27%). Além de Itajaí, compõem os primeiros lugares do ranking as cidades de São José/SC (1ª - 17,11%), Itapema/SC (2ª - 15,19%) e Maceió/AL (3ª - 14,09%). Somente em outubro, a valorização do preço dos imóveis residenciais em Itajaí foi de 0,66%.

“Esse levantamento demonstra o aquecimento do mercado imobiliário em Itajaí nos últimos anos. Os investimentos do Poder Público em melhor qualidade de vida, segurança e mobilidade urbana, por exemplo, contribuem para que os imóveis de nossa cidade sejam cada vez mais valorizados”, destaca Thiago Morastoni, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.

O Município também registrou a sexta posição no comparativo do preço médio de venda de imóveis residenciais no último mês. A listagem levou em consideração o preço médio do m², que em Itajaí foi de R$ 10.431. As informações do índice correspondem à variação mensal do IPCA-15, adotado como uma prévia para inflação ao consumidor medida pelo IPCA (IBGE).

Sobre o Índice FipeZap - O Índice FipeZap de Preços de Imóveis Anunciados foi criado em 2010. Este é o primeiro indicador de acompanhamento da evolução dos preços no mercado imobiliário brasileiro.

Durante todos os meses são coletados milhões de anúncios de venda e locação para imóveis residenciais e comerciais. Os dados coletados recebem tratamento estatístico e depois são calculados os preços representativos de cada uma das cidades e os valores do Índice FipeZap.

FONTE/CRÉDITOS: PMI/Imprensa
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!