A informação chega primeiro aqui!

Terça-feira, 23 de Abril de 2024

Notícias Geral

Itajaí usa drone para identificar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti

Primeiro levantamento aéreo foi realizado no bairro Cordeiros, que concentra a maioria dos casos confirmados de dengue em 2024

Itajaí usa drone para identificar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti
PMI/Divulgação
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Itajaí adotou uma nova estratégia para localizar e eliminar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti. Com auxílio de drone, o Programa de Controle da Dengue mapeia áreas com casos confirmados da doença para verificar a existência de criadouros em imóveis e terrenos baldios. Após o levantamento, as equipes irão verificar os endereços com problema para orientação dos moradores e eliminação de focos.

O primeiro mapeamento com drone foi realizado nesta segunda-feira (19) no loteamento Jardim Esperança, no bairro Cordeiros. O local concentra a maioria dos casos confirmados na cidade: já são 304 confirmações neste ano. Ao todo, o Município registrou 528 casos de dengue em 2024. Além do Cordeiros, os bairros mais afetados são Barra do Rio (81 casos), Cidade Nova (35), São Vicente (29), Espinheiros (16) e São João (15).

“Estamos adotando diversas medidas para intensificação do controle da dengue em Itajaí, como uso de drone, mutirões de limpeza, aplicação de inseticida no entorno de casos positivos, ações educativas, entre outras. O drone auxilia as equipes de campo na eliminação de focos, mas é preciso que a população faça sua parte e elimine depósitos com água parada. A maioria dos focos do Aedes aegypti está dentro das residências, os cidadãos têm que se conscientizar disso”, reforça Lucio Vieira, coordenador do Programa de Controle da Dengue.

A intenção do programa é utilizar o drone nos locais com casos confirmados da doença para auxiliar os agentes de endemia no trabalho de campo, principalmente na vistoria de imóveis que estão fechados. Além disso, as Secretarias de Obras e de Saúde promoverão nesta quarta-feira (21) um mutirão de limpeza em áreas com risco à saúde no bairro Imaruí.

A Secretaria Municipal de Saúde também segue com aplicação de inseticida UBV em áreas com casos da doença para eliminação do mosquito adulto. Já a Gerência de Controle de Zoonoses promove, em parceria com as unidades básicas de saúde, ações de educação em saúde e conscientização sobre a dengue em empresas, escolas e creches.

Os agentes de combate a endemias do município visitam, atualmente, casas e comércios nos bairros Cordeiros, São Vicente, Cidade Nova e Barra do Rio para eliminação de criadouros do Aedes aegypti. Ao todo, já foram realizadas 17.606 visitas em 2024.

Orientações para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;
Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
Mantenha lixeiras tampadas;
Deixe os depósitos para guardar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
Mantenha ralos fechados e desentupidos;
Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
Retire a água acumulada em lajes;
Dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;
Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
Evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;
Denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde pelo telefone (47) 3249-5573, e-mail dengue@itajai.sc.gov.br ou pelo app Conecta.í. 

FONTE/CRÉDITOS: PMI/Imprensa
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!