A informação chega primeiro aqui!

Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Notícias Economia

Junho apresenta redução nos preços médios dos combustíveis

Gasolina comum, diesel e etanol puxam a baixa dos valores

Junho apresenta redução nos preços médios dos combustíveis
Fran Hilbert\PMI\Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Procuradoria de Defesa do Consumidor (Procon) de Itajaí realizou na última segunda-feira (10) a pesquisa mensal de preços dos combustíveis. No relatório, foi observado que os preços médios dos combustíveis, em geral, apresentaram uma pequena queda quando comparados àqueles apurados em maio. O levantamento referente ao mês de junho de 2024 foi realizado em 44 postos do município.

Entre os combustíveis que apresentaram queda no preço médio, estão: a gasolina comum, com redução de R$ 5,97 para R$ 5,96; o diesel comum, que foi de R$ 6,01 para R$ 5,99; o diesel S10, que passou de R$ 6,06 para R$ 6,04; e o etanol, que de R$ 4,08 diminuiu para R$ 4,07. As demais categorias, gasolina aditivada e Gás Natural Veicular (GNV), não apresentaram variação, permanecendo com os valores médios de R$ 6,10 e R$ 4,99, respectivamente.

Em relação aos menores preços praticados nos postos da cidade, a pesquisa identificou uma redução nos valores do diesel comum (de R$ 5,74 para R$ 5,69) e do etanol (de R$ 3,96 para 3,94). Os outros combustíveis não apresentaram diferença: o menor preço registrado para a gasolina comum e aditivada continua sendo o de R$ 5,79, enquanto o diesel S10 permanece em R$ 5,69 e o GNV segue estável em R$ 4,99. A pesquisa completa pode ser acessada ao final desta matéria.

Segundo o órgão de proteção ao consumidor, a variação de preços entre os estabelecimentos comerciais pode ser influenciada por alguns fatores, como os valores praticados em cada posto e o método de pagamento utilizado pelo cliente. Sendo assim, é importante que o consumidor realize a pesquisa de preços antes de efetivar o abastecimento do veículo e se atente às diferenças entre os métodos de pagamento utilizados para a compra. No caso de compras com cartão de crédito, por exemplo, o valor final pode ter acréscimo. A cobrança não é ilegal, mas deve ser informada antes da compra.

O Procon reforça que o seu canal de denúncias pode ser acessado pelos telefones 151 ou (47) 3349-4247. O WhatsApp (47) 98855-7811, o e-mail fiscal.procon@itajai.sc.gov.br e o site procon.itajai.sc.gov.br também estão disponíveis para a comunicação com a população.

FONTE/CRÉDITOS: PMI\Imprensa
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!