A informação chega primeiro aqui!

Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Notícias Turismo

Santa Catarina terá ampliação de temporada de cruzeiros marítimos

A chegada dos navios à Costa catarinense começará a partir do dia 4 de novembro

Santa Catarina terá ampliação de temporada de cruzeiros marítimos
Divulgação/Setur
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A temporada de cruzeiros marítimos 2023/2024 em Santa Catarina, será maior e mais extensa. As escalas no estado passarão de 64 em 2022/2023 para 113, um crescimento de 76,5%. Além de um aumento de 78% no número de leitos, o período da temporada também será mais longa, com 172 dias. A chegada dos navios à Costa catarinense começará a partir do dia 4 de novembro.

“O Estado será um parceiro para estimular essa fase importante do Turismo para Santa Catarina. Já determinei que o assunto seja tratado com prioridade, com a participação dos principais atores do setor. É fundamental que um estado tão bonito e acolhedor como o nosso seja uma rota consolidada com serviços de qualidade e muita coisa boa para mostrar. Turismo movimenta negócios, gera empregos e fortalece a economia de Santa Catarina”, frisa o governador Jorginho Mello.

Temporada de cruzeiros maior em SC - As informações foram divulgadas durante encontro na manhã desta segunda-feira, 22, entre o secretário de Estado do Turismo, Evandro Neiva, com o presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil), Marco Ferraz, o presidente institucional da Costa Cruzeiros, Renê Hermann, e Javier Carnevale, da MSC Cruzeiros.

Segundo a Clia Brasil, Balneário Camboriú receberá 54 escalas na nova temporada contra 22 na encerrada em abril deste ano. Itajaí subirá de 25 para 38, enquanto Porto Belo aumentará de 17 escalas a 21.

Serão nove navios como em 2022/2023, mas com capacidade maior. Existe a possibilidade de estreia de destinos catarinenses, com escalas-teste em Penha e em São Francisco do Sul, além do trabalho de longo prazo para viabilizar outras cidades. Vale ressaltar que Santa Catarina foi o estado que mais cresceu na temporada de cruzeiros no Brasil.

Também no encontro, com a participação do secretário de Turismo, Cultura e Esporte de Florianópolis, Ed Pereira, foi discutida novas tratativas sobre a possibilidade da Capital catarinense ter uma escala-teste ainda nesta temporada.


A presença de Florianópolis na próxima temporada também foi debatida. Foto: Saulo Oliveira/SETUR

A próxima temporada também terá 35 navios de longo curso, que farão paradas em 47 destinos de 15 estados, como Amapá, Amazonas, Pará, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“Nós temos muitos municípios prontos, com belezas naturais, e querendo trazer esses navios. O Estado vai criar essa relação e fará com que Santa Catarina tenha mais pontos de operação e possa cada ano ampliar a demanda existente. Queremos mais navios de transatlântico e nós vamos trabalhar com muito profissionalismo”, afirmou o secretário. Em março deste ano foi criado um grupo de trabalho voltado para esse assunto.

A temporada de cruzeiros 2022/2023 consolidou-se como a maior dos últimos 10 anos, com a estimativa de 650 mil a 700 mil passageiros embarcados, mais de quatro vezes acima da anterior, que teve menos navios e menor período de navegação. Segundo a Clia Brasil, a temporada gerou cerca de 48 mil empregos no Brasil, trazendo impacto econômico de aproximadamente R$ 3,6 bilhões, crescimento de 240% em relação a 2021/2022. O valor engloba tanto os gastos diretos, indiretos e induzidos das companhias marítimas, quanto os gastos de cruzeiristas e tripulantes.


Secretário Evandro Neiva se reuniu com representantes das empresas de cruzeiros marítimos. Foto: Saulo Oliveira/SETUR

Marco Ferraz enfatizou a importância de mais um encontro com o Governo do Estado. “Santa Catarina a gente vai subir 71% para próxima temporada. Ultrapassamos 350 mil leitos no estado. Santa Catarina tem um potencial enorme”, comentou o presidente da associação.

Números de Santa Catarina
Temporada 22/23
Itajaí – 27 escalas – 74 mil leitos
Balneário Camboriú – 20 escalas – 81 mil leitos
Porto Belo – 17 escalas – 51 mil leitos
Total – 64 escalas – 177 mil leitos

Temporada 23/24
Itajaí – 46 escalas – 129 mil leitos
Balneário Camboriú – 49 escalas – 171 mil leitos
Porto Belo – 17 escalas – 51 mil leitos
Total – 113 escalas – 316 mil leitos

Números do setor no Brasil
R$ 605,90 – Impacto econômico médio gerado por cruzeiristas nas cidades de escala (Balneário Camboriú e Porto Belo)
R$ 770,97 – Impacto econômico médio gerado por cruzeiristas nas cidades de embarque e desembarque (Itajaí)
22 mil empregos – média é de 4.5 mil por navio

 

FONTE/CRÉDITOS:  Clia Brasil / Secom
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!