A informação chega primeiro aqui!

Terça-feira, 23 de Abril de 2024

Notícias Geral

Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú implanta a Sala de Situação para monitorar dengue

Foram apresentados o panorama e o avanço da dengue na cidade

Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú implanta a Sala de Situação para monitorar dengue
PMBC/Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú realizou nesta terça-feira (6) a primeira reunião da Sala de Situação, que visa monitorar e elaborar ações de caráter preventivo no combate ao mosquito Aedes aegypti, que transmite além da dengue, febre chikungunya e o vírus Zika Vírus.

O colegiado inclui, além de setores do próprio órgão, como as Vigilâncias Epidemiológicas e Sanitária, outras secretarias e entidades governamentais, como as Secretarias de Obras, Educação, Segurança, Defesa Civil, Comunicação e organismos externos como as forças de segurança estaduais.

“Estamos liderando esse trabalho preventivo, já que nossa cidade recebe muitos turistas no verão. Com a chegada do carnaval, onde novamente teremos as praias lotadas, queremos atuar diretamente no combate à doença, priorizando o tratamento dos suspeitos e o combate às larvas do mosquito”, frisa Fabrício Oliveira, prefeito de Balneário Camboriú.

Foram apresentados o panorama e o avanço da dengue na cidade, sendo 314 o total de casos suspeitos; 20 casos positivos; 232 descartados; 62 testes que aguardam resultados.

Dos pacientes que testaram positivo para a dengue, cinco são autóctones, ou seja, da própria cidade, dois importados de outras cidades, seis indeterminados e sete que seguem em investigação.

A maior preocupação das autoridades sanitárias e epidemiológicas está relacionada à dengue do tipo 2, que vem registrando a maior incidência no país. Dois casos da variante já foram contabilizados na cidade.

Outro encaminhamento está na implantação do Centro Municipal de Tratamento da Dengue, um espaço destinado para o acolhimento de pacientes suspeitos, com espaço para hidratação e entrega de medicamentos, com o objetivo de prevenir o avanço da doença.

A Secretaria de Saúde também está em fase de compras de repelentes para distribuir para a população de forma geral.

Por fim, mesmo com o avanço da doença, foi informado que Balneário Camboriú não receberá, neste momento, doses da vacina. Segundo o Ministério da Saúde, apenas um numero minimo de cidades brasileiras, que já se encontram em estado de epidemia avançada, é que serão contempladas.

FONTE/CRÉDITOS: Diretoria de Comunicação
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!