A informação chega primeiro aqui!

Sabado, 15 de Junho de 2024

Notícias Economia

Itapema já sente impactos da obra de alargamento da praia e valorização pode superar Balneário Camboriú

O preço do metro quadrado na cidade aumentou R$ 2.152 e se aproxima cada vez mais da vizinha

Itapema já sente impactos da obra de alargamento da praia e valorização pode superar Balneário Camboriú
Divulgação/PMI
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Desde janeiro de 2023, Itapema registra o segundo metro quadrado mais valorizado do país, atrás apenas de Balneário Camboriú, de acordo com o Índice FipeZAP. Nestes 15 meses, o preço do metro quadrado na cidade aumentou R$ 2.152 e se aproxima cada vez mais da vizinha. De acordo com o mais recente levantamento, divulgado no começo de março, o m² em BC custa R$ 12.903 e em Itapema, R$ 12.766, ou seja, uma diferença de apenas R$ 137. 

Com relação aos últimos 12 meses, Balneário Camboriú apresenta uma valorização mais tímida, de R$ 6,98, enquanto a princesa da Costa Esmeralda segue com resultado expressivo. De março de 2023 a março de 2024, o preço dos imóveis no município subiu 15,81%, a segunda maior valorização do Brasil no período, segundo o FipeZAP, perdendo apenas para São José que chegou a 17,94%. 

O protagonismo de Itapema também é comprovado pelos dados da plataforma DWV, que reúne informações de imóveis de todo o país. A cidade lidera o número de vendas. Em 2024, já foram 1.349 unidades vendidas em Itapema, o que totaliza cerca de R$ 1,5 bilhão em negociações somente até a primeira quinzena de abril. 

Em 2023, o desempenho também teve saldo positivo. Foram 3.829 unidades comercializadas, o equivalente a R$ 4,3 bilhões, valor bem superior ao de 2022, quando 2.893 imóveis foram vendidos, acumulando um total de R$ 2,9 bilhões, de acordo com o DWV. 

Para especialistas, o crescimento das vendas é reflexo de fatores como melhorias na infraestrutura de Itapema. Segundo o corretor Renan Lazarotto, da Lazarotto Investimentos Imobiliários, alguns projetos como o engordamento da faixa de areia da Meia Praia, que está em fase de licenciamento, deve trazer ainda mais valorização aos imóveis, especialmente, os próximos à orla. 

"A obra do alargamento é algo muito expressivo para o desenvolvimento econômico. Balneário Camboriú, por exemplo, teve uma valorização de mais de 40% nos imóveis frente mar e com toda certeza isso se repetirá em Itapema, devido a esta e a outras obras de infraestrutura na cidade", garante Renan Lazarotto. 

O projeto de engordamento da faixa de areia deve dobrar o tamanho das praias do Estreito e Meia Praia. Além disso, Itapema prepara uma grande mudança em toda a orla. Uma das principais propostas é a construção de uma nova beira-mar que ligará Meia Praia ao Centro da cidade. A revitalização prevê ainda a criação de espaços multifuncionais para atividades físicas, culturais e de lazer, oferecendo ainda mais opções para moradores e atrativos para os visitantes.

Outra novidade no município é o Píer que já está em construção e deve ser concluído até a próxima temporada. Com uma área total de 18.274,29 m², será o único na América Latina com estacionamento abaixo da plataforma principal. O local terá 226 vagas para veículos, além de capacidade para 50 vagas molhadas, e uma área comercial de 9.458 m², incluindo lojas, restaurantes e oito quiosques. O Píer deve se tornar um novo polo de comércio e turismo da região.

Para Wagner Bonato, especialista na área, eleito um dos 50 líderes mais influentes do mercado imobiliário de todo o mundo, as obras de melhoria da infraestrutura da cidade, principalmente o alargamento da praia, já impactam o mercado, tanto em relação à valorização como na procura dos clientes, o que pode, inclusive, levar Itapema a superar Balneário Camboriú. "Deve-se apostar em cidades que estão em crescimento turístico e estrutural, pois terão uma curva maior de valorização a cumprir. Balneário Camboriú sempre será um bom investimento, mas Itapema segue com uma maior perspectiva de valorização imobiliária", destaca o consultor. 

Diante deste cenário, os especialistas afirmam que agora é o melhor momento para investir no município. "Costumo dizer que a melhor hora seria ontem, mas diante das todas as melhorias aprovadas e encaminhadas, certamente quem investir em imóveis em Itapema em 2024 poderá surfar uma grande onda de valorização nos próximos anos", ressalta Wagner Bonato.

 

FONTE/CRÉDITOS: Claudia Xavier/Assessora de Comunicação
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!