A informação chega primeiro aqui!

Sabado, 28 de Janeiro de 2023

Colunas/Informa & Comenta

As "lambanças" do prefeito Fabrício na temporada de Verão

Protótipos das restingas não estão dando certo e outras pérolas do mandatário de Balneário Camboriú

As
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

TEMPORADA - Analisando com pessoas que vivem e convivem com Balneário Camboriú todos os anos, detectamos que está abaixo da expectativa esperada. A maioria fala que não está bem e outros de que está dentro do esperado.

CULPADO - Agora de forma unanime eles elegeram um "boi de piranha", ou seria, "boi de restinga". Trata-se, é lógico, do prefeito Fabrício Oliveira (PL).

EXEMPLO - Para o Pontal Norte foi realizada uma licitação para a montagem de uma megaestrutura. E isso efetivamente aconteceu, com supertelão onde foram vistos jogos da copa e até alguns shows que reuniram multidões.

NÃO QUER - O prefeito cantor do "Aleluia", entretanto, começou a restringir as atividades no local e determinando que o seu secretário de Turismo, Thiago Velasques, começasse a minar as atividades já programadas para o Pontal Norte.

FEIO - O Thiago estava cheio de ideias e animado com a programação, mas acabou virando "garoto de recado" do prefeito. "Isso não pode", "aquilo também não", "esse show não tem como", etc e tal.

GOSPEL - Podemos entender a "religiosidade" do prefeito, mas não permitir que outras atrações, que não sejam no estilo Gospel aconteçam é falta de senso administrativo. Até Jerusalém consegue conviver com Cristianismo, Judaísmo, Islamismo e outras manifestações mundanas.

RELIGIÃO - Como querem identificar Balneário Camboriú como a "Dubai Brasileira", só falta o prefeito invocar o Alcorão (livro sagrado do Islã), e proibir a venda de bebidas alcoólicas na cidade. 

FALHAS - Todos sabem que o engordamento da praia (que era necessário, diga-se de passagem) acabou provocando outras situações. A Praia Central está imprópria para banho, segundo as análises feitas pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA).

PERDENDO - As últimas grandes chuvas também provocaram valas profundas na Praia Central. Existem os que afirmam que até perdemos um pouco de areia.

PROTÍPOS - Não satisfeito com as "lambanças", Fabrício decidiu brincar de "jardineiro". Marcou as areias para plantar restinga, que segundo a maioria das pessoas, nunca existiu em Balneário Camboriú. Eu, particularmente, lembro das roseiras e não de restinga.

TEM MAIS - Essa história do jardinzinho de restingas do prefeito gabola quero abordar em outra oportunidade. Merece um capítulo à parte, mesmo porque ele foi alertado da situação. Por enquanto, só uma amostra.

FONTE/CRÉDITOS: Elias Silveira
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!